Inicial > Notícias > Junta acata recurso de Elói Ferreira e torna Alexandre Campello inelegível

Junta acata recurso de Elói Ferreira e torna Alexandre Campello inelegível


A briga política do Vasco teve mais um capítulo. Nesta sexta-feira, a Junta de Recursos tornou o presidente Alexandre Campello inelegível. Com a decisão, o mandatário está impedido de concorrer no pleito de 7 de novembro – ele é candidato à reeleição.

O recurso apresentado por Elói Ferreira de Araújo, primeiro vice-presidente do clube, foi acatado por um voto de minerva de Edmilson Valentim, presidente do Conselho Fiscal, após empate em 2 a 2. Campello definiu a decisão como “manobra política covarde”, acusou o grupo político Identidade Vasco, de Roberto Monteiro, presidente do Conselho Deliberativo, de articulá-la e disse que a derrubará no “foro competente”.

A Junta de Recursos começou a análise de quem pode votar e ser votado na Assembleia Geral Ordinária (eleição presidencial) na última segunda-feira. Presidida por Faues Cherene Jassus, o Mussa, presidente da Assembleia Geral, conta ainda com os seguintes integrantes: Rafael Landa e Otto de Carvalho Junior, membros do Conselho Fiscal.

Mussa, aliás, divulgou uma nota anunciando o término dos trabalhos. O resultado efetivo, com os números e as listas de eleitores e elegíveis, será divulgado apenas na semana que vem, junto com a ata.

Qual o argumento para tornar Campello inelegível?

Na última sexta-feira, Elói Ferreira, primeiro vice-presidente do Vasco, enviou à secretaria do clube pedido de impugnação de Campello, alegando que este cometera infrações ao Estatuto do Vasco na condição de eleitor e de elegível.

Como eleitor, Campello, de acordo com o recurso de Elói, estava inadimplente – ele citou a mensalidade referente ao mês de dezembro de 2019 e o 13º do mesmo ano. Como elegível, a reprovação de suas contas referentes ao exercício de 2018, segundo a fundamentação do recurso, seria suficiente para tirá-lo do pleito de novembro próximo.

A Junta acatou apenas o pedido para tornar Campello inelegível.

O que diz Campello?

Na entrevista ao ge na qual oficializou a candidatura à reeleição, Campello classificou como “ridículo” o argumento de que estaria inadimplente. Alegou ter pago todo o ano de uma única vez, via cartão de crédito. Sobre a reprovação de contas, usou o mesmo argumento postado em seu perfil no Twitter na noite desta sexta: a premissa não está baseada no atual estatuto do Vasco. E afirmou ainda que seus opositores têm medo das urnas.

Fonte: ge

Categorias:Notícias Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: