Inicial > Notícias > Campello, sobre Bruno César: ‘A gente já vem há algum tempo negociando com ele algumas questões, está caminhando bem’

Campello, sobre Bruno César: ‘A gente já vem há algum tempo negociando com ele algumas questões, está caminhando bem’


Ainda sem data oficializada, o retorno do Vasco às atividades após a paralisação provocada pela pandemia do novo coronavírus deve ter uma novidade: a reintegração de Bruno César. A direção e o meia negociam os termos do acordo, em especial a questão financeira, com expectativa de um desfecho positivo.

– A gente já vem há algum tempo negociando com ele algumas questões, está caminhando bem. A gente acha que de repente chega a um bom termo. Eu não participo diretamente da negociação, dou o norte e a palavra final – afirmou o presidente Alexandre Campello ao GloboEsporte.com.

As negociações entre Vasco e Bruno César em relação ao futuro do jogador se iniciaram em janeiro. Diretor executivo de futebol, André Mazzuco quem tocava as conversas, mas a permanência em São Januário parecia distante. À época, o jogador não fazia parte dos planos, e a ideia da direção cruz-maltina era recolocá-lo no mercado, buscando um novo clube.

A partir das chegadas de José Luis Moreira e Antônio Lopes, vice de futebol e coordenador técnico respectivamente, o panorama mudou. Zé tomou as rédeas das tratativas, e Lopes nunca escondeu que via em Bruno um atleta de características únicas dentro do elenco cruz-maltino.

– Já houve uma conversa com ele. É um jogador que pertence ao Vasco da Gama, que faz parte do elenco principal e sempre se apresentou bem. É um meia que me parece que o Vasco ainda não tem no elenco. Um meia de armação igual a ele. O Ramon (Menezes) sabe disso e eu acho que ele vai ser reintegrado ao grupo – afirmou Lopes ao canal “Super Papo Vascaíno”.

Novo contrato é discutido

A coluna “Futebol, Coisa & Tal”, do jornal Extra, noticiou o caso inicialmente, e o GloboEsporte.com confirmou. Bruno e seu staff negociam com Vasco a confecção de um novo contrato – o atual é válido até dezembro. Estão em discussão uma possível redução salarial e perdão de dívidas referentes ao vínculo do atleta com o clube que está em vigência.

Afastamento e capítulos anteriores

Bruno Cesár foi comunicado em 10 de janeiro, ao lado de Claudio Winck e Rafael Galhardo, que não fazia parte dos planos do clube para 2020. Desde então, treinou em separado do grupo ora comandado por Abel Braga depois de participar dos primeiros trabalhos da pré-temporada.

A decisão, na época, foi institucional do clube. E abriu uma possibilidade de o jogador ser emprestado ou rescindir o contrato, que vence em 31 de dezembro de 2020. Porém, nada disso ocorreu.

Sem conseguir contratar um novo meia e com a dificuldade de pagar salários, o Vasco passou a buscar nova alternativa. Em março, no mesmo período que acertou a reintegração de Winck, propôs a Bruno César que a dívida referente a direito de imagem (não pago desde setembro) fosse quitada a partir de 2021. O meia recusou.

Bruno César foi contratado em janeiro de 2019 com status de grande reforço. Porém, não conseguiu se firmar e terminou aquela temporada como reserva. Somou 30 jogos e quatro gols marcados.

Fonte: GloboEsporte.com

Categorias:Notícias Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: