Inicial > Notícias > Vasco negocia acordo com Bruno César, que pode ser reintegrado ao elenco

Vasco negocia acordo com Bruno César, que pode ser reintegrado ao elenco


Por mais inverossímil que pareça, o trabalho de corte de custos no Vasco está perto de dar ao técnico Ramon Menezes o primeiro reforço – se é que pode ser chamado assim.

Mesmo de quarentena, o vice-presidente de futebol José Luís Moreira está perto de acertar acordo de redução salarial com o meia Bruno César, de 31 anos, incluindo perdão da dívida referente aos salários não quitados desde 2019.

Em contrapartida, o clube oferece novo contrato de dois anos, reintegrando-o ao elenco.

Bruno César tem vínculo com o clube até dezembro, mas desde o início da temporada treinava separadamente dos demais.

E agora, ao que tudo indica, voltará aos planos.

Para tanto, tem treinado diariamente na areia da praia com o preparador-físico particular Murilo Feltrin e feito postagens nas redes sociais simpáticas ao clube.

O meia achar que pode recuperar o tempo perdido e, verdade seja dita, está fazendo por onde.

DESPRESTÍGIO

Contratado ao Sporting no início do ano passado para vestir a camisa 10 do clube, o jogador não conseguiu a regularidade no time dirigido por Alberto Valentim.

Participou da campanha no Estadual e da Copa do Brasil, mas fez apenas doze partidas como titular.

Canhoto, habilidoso, Bruno não mostrou a intensidade esperada e perdeu prestígio com a chegada de Vanderlei Luxemburgo.

Dos 34 jogos em que o treinador dirigiu o time, o meia participou de dez, quatro delas como titular.

E, com outro detalhe: o time só venceu duas dos dez partidas em que ele participou.

Quando Abel Braga assumiu e analisou os relatórios de desempenho, optou por disponibiliza-lo.

O fato é que, sem dinheiro, com a perspectiva de queda na arrecadação do projeto sócio-torcedor e a certeza de que não terá receita de bilheteria e tudo mais que vem de forma indireta com jogos em São Januário, o Vasco terá, sim, que se adequar à nova realidade econômica.

E, apostem, esta não será a única medida.

Alguns funcionários do alto e médio escalão terão os salários reduzidos e o próprio organograma no departamento de futebol será revisto.

Com o alívio na folha e o aporte de investidores, a ideia é que os salários sejam colocados em dia até junho, antes mesmo do pagamento das cotas de TV em atraso desde a paralisação dos Estaduais.

Fonte: Blog Futebol, Coisa & Tal – Extra Online

Categorias:Notícias Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: