Inicial > Notícias > Grupos políticos se movimentam para atrair novos sócios visando eleição de 2020

Grupos políticos se movimentam para atrair novos sócios visando eleição de 2020


Na longa maratona que é a eleição no Vasco, os primeiros passos começaram a ser dados agora, a pouco menos de um ano e meio do pleito. Como o prazo para a entrada de novos sócios aptos a votar se encerra possivelmente no fim de agosto, grupos políticos começaram a se movimentar para angariar novos associados.

A Sempre Vasco, por exemplo, criou um site e um canal pelo WhatsApp para orientar torcedores que queiram se associar. A ideia é tirar dúvidas e prestar assistência no processo. O grupo tem como um dos líderes, Julio Brant, que ficou em segundo lugar na última eleição, após vencer na primeira fase e perder para Alexandre Campello no conselho.

Alguns grupos, porém, se queixam da dificuldade de trazer novos sócios. O Conselho Deliberativo do Vasco, aliás, se reúne nesta quarta-feira, para elucidar questões que surgiram nos últimos dias. O benemérito Sérgio Frias, membro de um dos dois grupos Casaca!, enviou ofício reclamando de dificuldades.

– Tem inúmeros grupos políticos que querem colocar associados e não estão conseguindo. As dificuldades atingem um grupo considerável.

Entre as queixas de Frias que serão analisadas no Conselho estão:

a) Sócios gerais desligados do quadro estão sendo impedidos de quitar suas dívidas e regularizar sua situação;

b) A secretaria está fazendo “exigências indevidas” a possíveis novos sócios;

c) A secretaria está negando o pagamento em espécie por parte de sócios e novos sócios.

– Um rapaz na semana passada veio de Porciúncula ver o sogro e foi convencido por um de nossos correligionários a entrar de sócio no Vasco. Ele preencheu a ficha, já tinha com ele o comprovante de residência, CPF, identidade. O proponente levou o material no Vasco para fazer o próprio pagamento, mas a ficha não foi aceita porque havia um erro no nome da rua. Consideraram rasura porque o rapaz não escreveu rua antes do nome, e o proponente colocou – contou Frias.

Benemérito questiona “filigramas”

Para ele, a secretaria vem criando dificuldades para que novos sócios façam o cadastro. Ele cita como exigência indevida o pedido de apresentação do CPF, o que, segundo ele, não está previsito no estatuto.

– Esse tipo de filigrama só atrapalha o associado e não ajuda em nada o clube. São pequenos detalhes que queremos discutir no conselho. Pedir CPF é uma coisa desnecessária e fica além do artigo 14 do estatuto – completou Frias.

A diretoria cruz-maltina, entretanto, entende que há uma regra administrativa praticada há muito tempo no clube que diz que o sócio geral, ao ficar três meses sem pagar, é excluído do quadro e só pode voltar se pagar uma nova joia. Houve oportunidade para que eles retornassem quando o clube iniciou o processo de recadastramento.

Em relação ao pagamento em espécie, o clube evita por questões de segurança.

E o prazo?

Não há uma data de corte estabelecida para que novos sócios entrem a tempo de votar na próxima eleição. Isso depende da convocação da Junta Geral, que ocorre geralmente em agosto, mas pode ser formada até a primeira quinzena de setembro do ano da eleição. A partir desta data, conta-se um ano anterior para chegar à data de corte.

A eleição do Vasco está prevista para acontecer em novembro de 2020. Atualmente, há 4.896 sócios aptos a votar.

Fonte: GloboEsporte.com

Categorias:Notícias Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: