Inicial > Notícias > Situação do quarteto de reintegrados ainda é delicada no Vasco

Situação do quarteto de reintegrados ainda é delicada no Vasco


A derrota do Vasco para o Botafogo por 2 a 1 no último sábado marcou não só o pedido de demissão do técnico Zé Ricardo como também o retorno de três dos quatro jogadores que haviam sido afastados pela diretoria por conta de postagens polêmicas nas redes sociais. E o reencontro com a torcida deixou claro que a situação deles no clube é para lá de delicada.

O volante Wellington foi vaiado ainda no aquecimento. O zagueiro Paulão e o goleiro Gabriel Félix, por sua vez, foram “lembrados” pelos vascaínos com vaias durante a escalação que era transmitida no placar de São Januário.

O meia Evander foi o único dos punidos não relacionado. O jovem chegou muito perto de ser emprestado ao Atlético-MG na última sexta-feira, mas por conta de uma intervenção pessoal do presidente cruzmaltino, Alexandre Campello, a negociação foi cancelada.

Chegou-se, primeiramente, a cogitar de relacionar Evander para o clássico, mas por fim decidiram colocá-lo para treinar à parte, na manhã do dia do jogo, no centro de treinamento das Vargens, juntamente com jogadores que não vinham sendo aproveitados pelo técnico Zé Ricardo.

A não ida do meia para o Galo não significa, porém, a permanência do atleta em São Januário. Sem ambiente com a torcida, Evander deverá ser utilizado como moeda de troca ou emprestado numa tentativa de valorizar novamente o ativo do clube.

Fabrício se abala com vaias e diretoria terá conversa

Quem também não foi perdoado pela torcida do Vasco foi o lateral esquerdo Fabrício, vaiado ainda no primeiro tempo do clássico com o Botafogo. O jogador – que era um dos integrantes da foto das postagens polêmicas e que não foi afastado por não publicá-la – ficou bastante abalado no vestiário e chegou a desabafar com os mais próximo o desejo de deixar São Januário. Ele será procurado pela diretoria para uma conversa nesta terça. Os dirigentes avaliaram que o atleta estava de cabeça quente e esperaram estes dois dias para encontrá-lo mais calmo. Fabrício está emprestado pelo Cruzeiro até o fim do ano.

Conhecidos por estarem sendo vaiados em algumas partidas da equipe este ano, Wellington, Paulão, Evander e Gabriel Félix posaram para uma foto ao lado dos também perseguidos Rafael Galhardo, Fabrício e Erazo no estádio Nacional (CHI) e a postaram com a legenda “uuuu”, numa alusão às vaias. Os mesmos deram risadas nos comentários.

As publicações causaram forte revolta nos torcedores, que as interpretaram como “ironia” e “deboche”. Diante da repercussão, elas foram apagadas. Em seguida, Evander, Paulão e Gabriel Félix postaram um texto idêntico pedindo desculpas e alegando que o momento do clube não é o ideal para brincadeiras.

A atitude não aliviou a situação deles, que foram cortados da partida contra a Universidad de Chile pela Libertadores. Em seguida, a diretoria resolveu afastá-los, numa punição que durou três partidas.

Fonte: UOL

Anúncios
Categorias:Notícias Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: