Inicial > Notícias > Campello diz que afastados serão reintegrados e fala sobre política, finanças e venda de Paulinho

Campello diz que afastados serão reintegrados e fala sobre política, finanças e venda de Paulinho


Após serem cortados do jogo contra a Universidad de Chile, Gabriel Félix, Paulão, Wellington e Evander passaram a treinar separados do restante do elenco cruz-maltino. Mas a punição não vai durar. Ao vivo no “Seleção SporTV” desta sexta, o presidente do Vasco, Alexandre Campello, informou que os quatro atletas serão reintegrados ao elenco após postarem uma foto polêmica nas redes socias na última segunda-feira.

– Eles serão reintegrados. Isso serve para que reflitam sobre o que está acontecendo. Quando ganha e joga bem, a torcida incentiva e, quando joga mal, a torcida cobra. É normal. O remédio não pode ser maior do que a doença. Só optei por eles voltarem antes ao Brasil para que a segurança deles não fosse colocada em risco – explicou o presidente.

Campello comentou os problemas financeiro e político que o Vasco atravessa hoje, disse que o clube está em processo de reestruturação, pediu paciência à torcida, e estipulou um prazo para o fim do sufoco.

– Esse é um ano de grandes dificuldades, precisamos trabalhar com orçamento reduzido e não se pode esperar grandes investimentos na equipe, embora estamos sempre atento ao mercado. Mas não podemos quebrar esse ciclo para depois poder ter mais investimentos. O Vasco é grande e vai superar esse momento. Dentro da nossa projeção, da reestruturação e de um estudo financeiro apurado, 2019 teremos melhora significativa e, em 2020, poderemos investir muito mais do que hoje.

Outros trechos da entrevista com Alexandre Campello

Dificuldade financeira

O clube enfrenta uma dificuldade financeira, tem problemas estruturais, de gestão, e temos trabalhado com muito afinco e conseguimos mudanças importantes nesses meses.

Quando assumimos, o time não tinha nenhum recurso para entrar e uma série de compromissos, um passivo muito grande a curto prazo. Isso nos motivou a pegar um empréstimo para acertar algumas coisas e fazer com que o clube se movimentasse.

Ter alguém que aporte dinheiro nem é tão bom, pode mascarar os problemas. O clube tem que caminhar com as próprias pernas. O clube vem, de longa data, aumentando seu endividamento, mas não corrige o déficit. Isso não dá certo. Se você arrecada menos do que gasta. Pegar dinheiro emprestado não vai corrigir.

Venda de Paulinho

Vender o Paulinho era uma necessidade, porque 2018 tem sua receita com um comprometimento muito grande. Existis um déficit na ordem de 85 milhões quando assumimos. Vender Paulinho era uma necessidade para que não houvesse uma paralisação. Não vejo nenhum problema em vender um atleta abaixo da multa rescisória. A maior venda na história do Vasco. Dá um respiro, mas não é suficiente.

Se pudesse escolher, optaria por problemas políticos ou financeiros?

Talvez escolhesse o problema político, porque quando está com os problemas financeiros resolvidos, é difícil a política entrar em ebulição. Se não tem problema financeiro, tem resultado, pode investir, isso apazigua.

Problema político atrapalha. A gente percebe que a eleição do clube não acaba. Tivemos eleição em janeiro, a próxima é em 2020, e já existem pessoas em campanha. Essas pessoas não estão preocupadas com o dano. Isso prejudica a imagem do clube diante de tantos acontecimentos que denigrem o clube.

Influência e relação com Eurico Miranda

No dia a dia a influência de Eurico não é grande. É presidente de um dos núcleos do clube. O Conselho de Beneméritos tem a função de aconselhar, mas não de influenciar diretamente na direção do clube. Não é aliado nem antagônico. Em alguns momentos, foi favorável. Na última eleição, a maioria do grupo dele votou contra.

Patrocínio

Temos trabalhado em cima de patrocínio, questão de Marketing. Começar a trabalhar em fevereiro, março dificuldade para fechar patrocínio. As empresas já têm seus gastos planejados. Conseguimos patrocínios pontuais. Acredito também que a imagem não é boa, mas isso vem mudando em nossas conversas.

Sul-Americana

Mantém o Vasco no cenário internacional, que é importante para qualquer equipe. Campeonato importante com projeção. Tem se mostrado uma equipe unida, aguerrida, que superou muitas dificuldades. Temos que reconhecer esse merecimento dos jogadores.

Foto polêmica postada por quatro atletas

Na segunda, quando ia me deitar, meu telefone não parava de vibrar com mensagens de vários torcedores se manifestando de forma contrária. No dia seguinte viajei a Santiago. Os jogadores jogam numa equipe muito grande e os torcedores estão acostumados a grandes equipes, falei isso a eles. Diante de uma campanha que não era a esperada, fazer uma postagem dessa soou como deboche. Ouvi a todos e, até pela segurança dos jogadores, tomei a decisão de afastar os que postaram. É um tipo de atitude que botou em risco a integridade dos companheiros também.

Fonte: Sportv.com

Categorias:Notícias Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: