Inicial > Basquete > Basquete: Vasco vence a primeira no NBB: 76 a 68 contra a Liga Sorocabana

Basquete: Vasco vence a primeira no NBB: 76 a 68 contra a Liga Sorocabana


Foi sofrido, a torcida chegou a perder a paciência em alguns momentos em São Januário, mas o Vasco venceu a primeira no Novo Basquete Brasil. Diante de uma aguerrida Liga Sorocabana, o Cruz-Maltino fez um primeiro quarto arrasador, quando abriu 23 a 6, só que depois suou sangue para triunfar por 76 a 68 diante dos paulistas, até então invictos no NBB com dois resultados positivos. Se o ataque ainda ficou devendo, a defesa vascaína veio muito mais forte do que nos dois primeiros jogos, quando a equipe saiu derrotada por Minas e Pinheiros, e teve papel fundamental.

A dificuldade do Vasco para vencer mostra o que o pivô Lucas Mariano já havia dito após a derrota para o Pinheiros. No NBB, é dentro de quadra que se confirma o favoritismo, tamanho o equilíbrio. E foi assim que o Cruz-Maltino atuou, brigando por cada rebote e vibrando a cada bola recuperada. A Liga Sorocabana, do outro lado, apesar da derrota, fez outra partida consistente e deu mostras de que pode sim brigar pelos playoffs um ano após amargar a vice-lanterna da competição.

Na próxima rodada, no sábado, 18, às 14h, o Vasco encara o Mogi das Cruzes, na primeira partida da equipe na Arena Carioca 1, palco do basquete na Olímpiada Rio 2016. Os ingressos estão à venda por R$ 20 (R$ 10 meia). Além disso, o Cruz-Maltino fez uma promoção. Os primeiros 750 torcedores que chegarem ao ginásio com o cartão do BRT entram de graça. Já a Liga Sorocabana segue no Rio de Janeiro para encarar o Botafogo, também no sábado, às 11h, no Ginásio Oscar Zelaya, em General Severiano. O GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real.

Vasco começa arrasador, mas Liga pressiona depois

São Januário não recebeu público nem próximo da estreia dentro de casa, mas dentro de quadra o Vasco teve início bem melhor. Usando bem o garrafão e apostando nas infiltrações, a equipe abriu 11 a 2 nos três primeiros minutos com Gui Deodato, Fúlvio e uma cravada de Lucas Mariano. Atordoado com a forte defesa carioca, os paulistas erravam com Brite e Cook, e no contra-ataque quem cravou foi Gui Deodato, colocando 15 a 2 na metade do quarto. Com cinco pontos seguidos de Renato, inclusive em uma bola de três, o Vasco mantinha-se folgado e fechava o quarto com 23 a 6 diante de um rival que acertava apenas 26% dos arremessos de quadra.

Na volta, André Barbosa, técnico do Vasco, logo se irritou com um “air ball” de Chris Hayes para três pontos e parou o jogo com 25 a 10 após dois minutos. Cestinha do NBB com média de 23 pontos em duas rodadas, Kevin Crescenzi estava zerado até então pela Liga Sorocabana após 11 minutos em quadra. Se caiu ofensivamente no segundo quarto, o Vasco seguia marcando muito. Com pouco mais da metade do período, Lucas Mariano era o cestinha com nove pontos, e o time paulista tinha apenas 14, contra 31 dos cariocas. Nos dois minutos seguintes, Cook entrou no jogo e meteu duas bolas de três, recolocando a Liga no jogo ao fim da segunda parcial: 37 a 25.

Voltando com tudo, a Liga Sorocabana contou com cinco pontos seguidos de Cook para abrir 9 a 2 e colar em 39 a 34 em três minutos. Marcando bem melhor, os paulistas seguiam a escalada em busca do placar. Ex-Vasco, Drudi aparecia bem, e André Barbosa foi obrigado a parar o jogo após Jackson anotar mais dois pontos, trazendo para 43 a 38 o placar. Na segunda metade do período, o Cruz-Maltino voltou a equilibrar com Gui Deodato no tapinha e Renato em dois lances livres, respirando com 52 a 46 ao fim do terceiro período. No intervalo do quarto, o animador da torcida vascaína chamou um canto do Flamengo e foi muito vaiado, mostrnado que o clima já não era legal.

O que parecia um jogo controlado no intervalo, transformou-se em nervoso no começo do período final. Crescenzi, em bola de três, colocou 55 a 51. Em contra-ataque, Brite foi parado com falta por Chris Hayes. A arbitragem deu antidesportiva e a Liga Sorocabana ficou por uma posse, com 59 a 56 faltando sete minutos para o fim do jogo. Diante de um time rápido e não tão alto, André Barbosa passou a apostar em um Vasco mais ágil, sem Lucas Mariano e com Chris Hayes ganhando mais minutos. Faltando cinco minutos, a equipe carioca vencia por 67 a 59 após quatro lances livres seguidos de Nezinho. Com o marcador em 70 a 66 para o Vasco, Lucas Mariano deu lindo toco em Cook, e logo depois foi para a cesta e falta, levantando a torcida faltando um minuto. Depois, trocando faltas, os paulistas não conseguiram buscar e o Vasco venceu por 76 a 68.

Fonte: GloboEsporte.com

Categorias:Basquete Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: