Início > Notícias > Empresário Carlos Leite, que tem 8 atletas no Vasco, emprestou R$ 12 milhões ao clube e ficou com valor da venda de Luan

Empresário Carlos Leite, que tem 8 atletas no Vasco, emprestou R$ 12 milhões ao clube e ficou com valor da venda de Luan


Em abril deste ano, o Vasco vendeu o zagueiro Luan ao Palmeiras por R$ 10,2 milhões, mas nenhum centavo dessa quantia ficou com o clube: o valor foi cedido, integralmente e por contrato, ao empresário Carlos Leite, para pagar parte de uma dívida de um empréstimo de R$ 12 milhões feito pelo agente em junho de 2016.

O UOL Esporte teve acesso aos dois contratos: o primeiro de empréstimo, entre Carlos Leite, Vasco e com autorização da Ferj; o segundo, entre o agente, novamente o clube cruzmaltino e o Palmeiras, no qual a diretoria vascaína transfere para Carlos Leite os direitos sobre os R$ 10,2 milhões que irá receber.

Leite admite ter feito o empréstimo, que foi registrado em cartório e devidamente declarado nas contas do Vasco e na Receita Federal. Procurado, o Vasco não se pronunciou sobre o assunto.

A relação entre Vasco e Carlos Leite é boa: o empresário conta, atualmente, com oito jogadores no elenco cruzmaltino (Anderson Martins, Bruno Paulista, Kelvin, Eder Luis, Marcelo Mattos, Mateus Vital, Guilherme Costa e Ramon). O próprio Luan e o volante Douglas, negociados, também fazem parte da carta de clientes de Leite, que também participou das contratações dos treinadores Cristóvão Borges e Milton Mendes, embora não sejam seus clientes diretos.

O agente emprestou os R$ 12 milhões ao Vasco no dia 23 de junho de 2016, com juros menores do que os praticados do mercado: 1,95% ao mês, o que custava ao clube, mensalmente, além da dívida principal, R$ 234 mil. Na época, os juros médios mensais em empréstimos para pessoas jurídicas no país superavam os 4% ao mês.

Em abril deste ano, a contabilidade do Vasco, entre empréstimo e juros, tinha uma dívida assumida de R$ 20,6 milhões com Carlos Leite. Foi feito então o acordo envolvendo a venda de Luan, por meio do qual o clube cedeu integralmente os R$ 10,2 milhões que receberia do Palmeiras, estabelecendo que o time alviverde pagaria as cinco parcelas do acordo diretamente ao empresário. Parte do valor da venda de Douglas para o Manchester City também foi usada para saldar o restante da dívida do empréstimo.

Procurado pela reportagem, Carlos Leite ressaltou que jamais escondeu a operação, realizada às claras e registrada em todos os órgãos competentes. O agente também não nega que tenha sido ressarcido através da venda de Luan, e encara o pagamento como algo natural. Já o Vasco não se pronunciou até a publicação da reportagem.

Fonte: UOL

Anúncios
Categorias:Notícias Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: