Inicial > Basquete > Basquete: Vasco perde para o Caxias do Sul em São Januário: 76 a 57

Basquete: Vasco perde para o Caxias do Sul em São Januário: 76 a 57


Vaiado pela torcida, Vasco é dominado pelo lanterna Caxias e perde outra no NBB

“Vai ter que virar esse jogo, perder para o Caxias do Sul, não”. “Não ganha nem do lanterna. Duas derrotas para os caras”. Da arquibancada de São Januário, o torcedor do Vasco dava o tom da cobrança em cima de um time que chegou a empolgar no Novo Basquete Brasil, mas que no momento não consegue fazer frente nem sequer ao lanterna da competição. Pressionado após a derrota para o Flamengo, em Manaus, o Cruz-Maltino sucumbiu novamente, agora dentro de seus domínios, por 76 a 57, e perdeu mais uma no NBB. Nos últimos seis jogos, os cariocas triunfaram em apenas um, diante de Franca, e assim aumentaram os números negativos de uma campanha que desde o início oscila entre os altos e baixos.

Sem Nezinho, lesionado, o Vasco tinha em Márcio, de 41 anos, sua válvula de escape. Importante contra o Rubro-Negro, desta vez David Jackson esteve apagado no quarto decisivo. Murilo, que começou bem, foi outro a se perder durante o confronto. Hélio, que poderia suprir a ausência de “Nezo”, escorregou no terceiro quarto, numa síntese do que foi o período que decidiu o jogo, quando o Vasco tomou 23 pontos e fez apenas 12. Com a derrota, o time cai para o décimo lugar, com 13 derrotas e 12 vitórias. Caxias do Sul venceu apenas a quinta partida, a segunda contra o Vasco.

Com 14 pontos, Carioca foi o cestinha do jogo. Arthur foi outro destaque com dez pontos. No Vasco, Márcio terminou o confronto com 12 pontos e quatro rebotes. David Jackson fez 11 pontos; Hélio anotou outros dez e pegou cinco rebotes.

O NBB agora dá uma parada para o Jogo das Estrelas, no próximo sábado e domingo, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. Na próxima rodada, apenas na quarta-feira que vem, 22, o Vasco terá pela frente a Liga Sorocabana, novamente dentro de casa, em São Januário, a partir das 11h. O horário incomum acontece por conta do jogo do Campeonato Carioca de futebol entre Vasco e Madureira, no mesmo local, às 19h30. O GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real. Já o Caxias do Sul joga no mesmo dia, mas agora dentro dos seus domínios, às 20h05, contra o Paulistano, no Ginásio Vasco da Gama.

Além de Liga Sorocabana, o time da Colina ainda faz outros dois jogos na primeira fase do NBB, podendo atingir até 16 vitórias, o que melhoraria a colocação da equipe para os playoffs do Novo Basquete Brasil.

Terceiro quarto decide a favor dos visitantes

Ao contrário do clássico contra o Flamengo, quando saiu derrotado, o Vasco começou com aproveitamento bem melhor. Murilo, mais ligado, chegou aos cinco pontos em quatro minutos. Armando o time ao lado de Palácios, Hélio tinha seis, e 75% de acertos nos arremessos. A dinâmica e as três bolas de três fizeram o Cruz-Maltino abrir 17 a 9, forçando o Caxias do Sul a pedir tempo. Do lado visitante, Guto e Marcão eram as válvulas de escape, mas encontravam uma defesa por zona bem postada. Em arremesso de Drudi, o Vasco fez 19 a 13 e fechou o primeiro quarto na frente do rival que o venceu no jogo do turno, coincidentemente em um ginásio chamado Vasco da Gama.

O ataque Cruz-Maltino voltou para o segundo quarto com mais dificuldades. Mas se não conseguia pontuar, ao menos os cariocas também não davam pontos ao rival. Com quase quatro minutos de período, a parcial de 2 a 2 e 21 a 15 no placar mostravam a inoperância ofensiva de Vasco e Caxias do Sul. Em seu segundo jogo após quase um mês fora por lesão, David Jackson seguia comandando as ações. Em bola de três, recolocou o Vasco no caminho da cesta, mas a equipe da casa deu dois ataques seguidos de três pontos e uma enterrada com Buboltz para o Caxias do Sul, que colou em 29 a 27. Na arquibancada, a torcida apoiava, mas passava a cobrar o time que nos últimos cinco jogos havia vencido apenas um. No último lance do quarto, Palácios, em bola de três, acalmou os ânimos fazendo 34 a 30 para o Vasco.

O terceiro quarto começou com um escorregão de Hélio e quatro pontos seguidos para o Caxias do Sul, que igualou em 34 a 34. Com dois minutos de período, os visitantes pela primeira vez passaram à frente em bola de três e bandeja de Nandão: 39 a 36. Assumindo papel de liderança, Márcio meteu bola de três pontos e vibrou muito, levantando a torcida. A cesta trouxe o Cruz-Maltino novamente para a liderança, mas durou pouco. As vaias voltaram, os erros também, e nove pontos seguidos de Caxias do Sul trouxeram o marcador para preocupantes 48 a 41, a maior vantagem dos visitantes. Atônito no banco, o técnico Dedé Barbosa ouvia torcedores nada satisfeitos, e a cobrança aumentava a cada erro ou ponto dos caxienses. No ato final do quarto, Bruninho levou lindo toco de Arthur, perdendo a parcial por 23 a 12 e o jogo por 53 a 42.

A trégua com a torcida trouxe o Vasco de volta ao jogo. Aos gritos de “time da virada”, o Cruz-Maltino equilibrou as ações. Em três minutos, o Caxias do Sul vencia por 57 a 52, mas o panorama era outro. O fôlego, contudo, durou pouco. Os vascaínos tornaram a errar ofensivamente, deram espaços na defesa, e Caxias adiministrava a vantagem, sempre na margem de no mínimo cinco pontos. Faltando dois minutos, o placar era de 67 a 56, e os 376 torcedores presentes em São Januário mostravam seu descontentamento pressionando e vaiando o grupo. Perdido em quadra, o Vasco viu a vantagem chegar perto dos 20 pontos, com 76 a 57 na parcial final.

Fonte: GloboEsporte.com

Categorias:Basquete Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: