Inicial > Basquete > Basquete: Vasco vence o Macaé fora de casa pelo NBB: 69 a 58

Basquete: Vasco vence o Macaé fora de casa pelo NBB: 69 a 58


A chuva forte que caiu em Macaé no dia 14 de dezembro fez a organização do Novo Basquete Brasil (NBB) adiar a partida do time local contra o Vasco da Gama. Naquela ocasião, por conta das goteiras, a quadra ficou inundada. Nesta segunda-feira, as duas equipes voltaram ao Ginásio Juquinha para a realização do confronto adiado, válido pela nona rodada do torneio nacional. Comandado pelos cestinhas Nezinho e David Jackson, com 15 pontos, e por Gaúcho, com 12, os cruz-maltinos saíram vitoriosos por 69 a 58 apesar do susto no último quarto, quando chegaram a deixar os macaenses empatarem o confronto. Do lado de Macaé, destaque para Anthony com 13 pontos, e Simmons, que contabilizou 10 ao todo.

Na próxima rodada do NBB, o Vasco da Gama encara o líder Brasília em casa, no dia 19 de janeiro, às 20h15 (de Brasília), buscando enfim emplacar uma sequência de três vitórias para chegar mais próximo do G-4. O time por enquanto se mantém em oitavo com 53,8%, mas deixa Campo Mourão e Franca, que tinham o mesmo aproveitamento que os cariocas – 50% – antes do triunfo vascaíno sobre os macaenses, em nono lugar na tabela. Já o Macaé, que agora está com aproveitamento de 15,8 em 14º lugar, vai pegar o Mogi das Cruzes como visitante, no mesmo dia, mas às 20h.

O jogo

O armador David Jackson foi quem abriu os trabalhos em Macaé. E foi logo com uma bola de três. Simmons fez de dois para os donos da casa, e Gaúcho devolveu na mesma moeda. De longe, Schneider deixou tudo igual. O Vasco então fez seis pontos em sequência nas jogadas de Murilo e Gaúcho, que chegou a seis. Simmons, de novo, respondeu para os donos da casa, mas Nezinho, de fora do garrafão, ampliou a vantagem. Schneider até tentou manter os macaenses na cola, só que Bruno Fiorotto anotou a cesta. Ele só não aumentou mais a diferença porque errou o lance livre de bonificação. Simmons ainda marcou mais uma à curta distância para os mandantes, mas Wagner fechou o placar da parcial: 21 a 13 a favor do Cruz-Maltino. Nezinho fez uma cesta no estourar do relógio, mas não valeu.

Hélio marcou logo no início da segunda parcial para o Vasco. O time do Macaé se precipitou e perdeu a bola, mas os vascaínos desperdiçaram a chance, e Pezão marcou para os mandantes. Quando Anthony sofreu falta de Palácios, e converteu os dois lances livres, os macaenses encostaram. O jogo estava truncado, só que o momento pendia para os mandantes. Pezão marcou no lance livre, Eric evitou a cesta cruz-maltino com um toco, e Anthony fez o 21º ponto dos donos da casa. Os vascaínos então estouraram o limite de faltas, e Rafa Moreira encostou com um lance livre convertido. Drudi então marcou para frear a reação, e o técnico do Macaé, Leonardo Costa, pediu tempo. Parece, contudo, que a conversa teve efeito reverso, pois Nezinho fez de três, Gaúcho, de dois, e o Cruz-Maltino voltou ao jogo. No fim da parcial, o time carioca continuou na frente: 26 x 33.

O Macaé começou com tudo após o intervalo e marcou seis pontos com Erick, Simmons e Anthony logo no início do terceiro quarto. Murilo respondeu pelo Vasco. David Jackson sofreu falta e converteu os dois lances. Pezão freou os vascaínos com um toco. Nezinho então fez falta antidesportiva em Anthony, e o americano marcou seus dois lances livres. O time azul encostou duas vezes. Primeiro, com chute curto de Simmons, mas Gaúcho respondeu. Depois, Schneider fez dois pontos, só que Nezinho converteu de fora do garrafão e Gaúcho, novamente, fez uma cesta. Leonardo Costa pediu tempo. A exemplo da parcial anterior, os vascaínos retomaram o fôlego na parada e, ao fim do terceiro quarto, ficaram com nove pontos de vantagem: 41 x 50.

No último quarto, o Vasco parou, e o Macaé aumentou intensamente seu ritmo. Enquanto os macaenses contabilizaram 12 pontos, os vascaínos fizeram somente 2. Dessa forma, ficou tudo empatado em 50 a 50. A partir daí, o jogo ficou mais equilibrado. A experiência dos cruz-maltinos passou a falar mais alto, e eles recuperaram o ritmo. Aos poucos, retomaram a vantagem com cesta de três de Hélio e quatro pontos de Murilo, sendo dois deles em uma bonita enterrada. Nezinho ainda fez dois pontos e converteu o lance livre de bonificação. Em três ocasiões, os macaenses forçaram bolas de fora do garrafão que não caíram. David Jackson fez o mesmo que Nezinho, aumentando a vantagem dos visitantes. E, assim, o time da Colina saiu com a vitória pelo placar de 69 a 58.

Fonte: GloboEsporte.com

Categorias:Basquete Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: