Inicial > Notícias > Jorginho completa 52 anos de idade e 1 ano comandando o Vasco nesta 4ª-feira

Jorginho completa 52 anos de idade e 1 ano comandando o Vasco nesta 4ª-feira


“Se estou aqui hoje é porque acredito no trabalho, confio nesse grupo. Participei de uma das maiores viradas da história do clube como jogador e tenho certeza que iremos dar a volta por cima”. Foi com essas palavras que Jorginho iniciou sua passagem como treinador do Vasco da Gama em 17 de agosto de 2015, data do seu 51º aniversário. Hoje, um ano depois, o tetracampeão mundial comemora mais uma primavera com a certeza de que colocou seu nome na história do Gigante da Colina com o trabalho desenvolvido ao lado do seu fiel escudeiro Zinho.

A situação cruzmaltina não era das melhores, porém o começo da dupla não poderia ter sido melhor. Com gol de Jorge Henrique, o Almirante bateu o Flamengo por 1 a 0 e largou na frente na luta por uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. Uma semana depois, novamente no Maracanã, o time vascaíno voltou a duelar com o Rubro-Negro, dessa vez o clássico terminou empatado em 1 a 1 e o resultado fez o clube de São Januário eliminar o rival do torneio. O excelente retrospecto na Copa, entretanto, não foi levado para o Brasileiro.

Nas primeiras partidas sob comando do Jorginho na Série A, o Vasco não conseguiu ir bem. A equipe da Colina chegou a perder por 6 a 0 para o Internacional no Beira Rio. As derrotas consecutivas fizeram muitos menosprezarem o poder de reação vascaíno. Justificando a alcunha de “Time da Virada”, o Gigante iniciou sua reação em Campinas (SP) com uma vitória em cima da Ponte Preta. A maré virou e o antes “desacreditado” passou a ser temido por seus adversários. O Cruzmaltino teve uma grande arrancada e só foi superado duas vezes nos últimos 16 jogos de 2015.

As inúmeras vitórias obtidas fizeram o Almirante chegar na última rodada do Brasileiro com chances de permanência. Ela não veio, mas a dedicação demonstrada pelo time desde a chegada da dupla Jorginho e Zinho foi reconhecida pelo torcedor. Não existia um só vascaíno que não acreditava que a temporada de 2016 seria perfeita. Se analisarmos a mesma até aqui, veremos que os apostadores não estavam errados. Com a manutenção da comissão técnica, que chegou a ser assediada por outros clubes do futebol brasileiro, o Vasco da Gama seguiu fazendo bonito dentro das quatro linhas.

Além de estabelecer o maior recorde de invencibilidade em jogos oficiais, o atual elenco manteve a soberania nos clássicos, conquistou a Taça Guanabara e o Bicampeonato Carioca sem ter sido superado em nenhuma oportunidade. A liderança da Série B é cruzmaltina e a vaga para a Série A está mais do que encaminhada. O título da Copa do Brasil segue possível e o sonho de disputar a Taça Libertadores em 2017 segue vivo.

O excelente retrospecto de 66 jogos, com 37 vitórias, 19 empates e apenas 10 derrotas, não é o que precisa ser exaltado nesse dia 17 de agosto de 2016. Mais do que triunfos e títulos, Jorginho e Zinho fizeram o Almirante reencontrar o seu DNA dentro das quatro linhas. Ser Vasco é carregar com orgulho a cruz de malta no peito e saber que nada é impossível. É acreditar até o fim e jogar de igual para igual com qualquer adversário. Ser Vasco nada mais é que ter a certeza de que existem muitos grandes, mas GIGANTE apenas um!

Fonte: Site oficial do Vasco

Categorias:Notícias
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: