Inicial > Sul-Americana > Vasco perde para a LA U e dá adeus a Sul-Americana:2×0

Vasco perde para a LA U e dá adeus a Sul-Americana:2×0


O Vasco começou bem, tentou, mas não foi páreo para a Universidad de Chile, no Estádio Santa Laura, em Santiago. Os gols da vitória chilena por 2 a 0 foram marcados pelos atacantes Canales e Vargas, um em cada tempo. O Cruz-Maltino acabou prejudicado na etapa final após expulsão do lateral-direito Fagner, que deu uma cotovelada no adversário.

Após início bom, o Vasco sentiu a falta de Felipe, que ficou no Rio poupado para o jogo decisivo de domingo, contra o Flamengo, que pode valer o título brasileiro em caso de vitória e derrota do Corinthians para o Palmeiras.

VASCO COMEÇA BEM, MAS RECUA E LA U ABRE O PLACAR

O Vasco começou o jogo melhor. Concentrando as jogadas pela direita, contando com Allan e Fagner tabelando, o Cruz-Maltino chegou mais durante os 15 primeiros minutos. Logo aos 2 minutos, após longo passe de Juninho, Allan demorou a cruza e se enrolou com a bola.

A resposta da La U veio no lance seguinte. Apesar de tímida no início, a equipe chilena assustou após cruzamento da esquerda, desviado por Renato Silva, quase traindo Fernando Prass.

Universidad de Chile x Vasco - Jogo (Foto: Ivan Alvarado/Reuters) 

A primeira real chance de gol também foi para a La U. Após a defesa carioca deixar o rápido Vargas sozinho, Prass teve que se virar e voar nos pés do atacante para impedir o drible.

Recuado, o Vasco chamou o time chileno para cima. Aos 20, depois de ganhar de Jumar, Vargas bateu cruzado, Prass fez boa defesa e, no rebote, Canales bateu na rede pelo lado de fora.

A pressão chilena faria efeito dez minutos depois. De um cruzamento pela direita e confusão dentro da área, a bola sobrou para Aranguíz bater. Prass fez o que pode e espalmou a bola mas Canales, bem colocado, empurrou para as redes no rebote.

O gol não desanimou os vascaínos. Mas a dificuldade na ligação entre a defesa e o ataque ditou o ritmo do time nos 45 minutos iniciais. Era chutão de Dedé e Allan, Diego Souza e Alecsandro que se virassem.

O time chileno foi para o vestiário em vantagem, mas o Vasco jogou de igual para igual até o apito final do primeiro tempo.

EXPULSÃO DE FAGNER DECRETA DERROTA VASCAÍNA

O Vasco voltou para o segundo tempo com esperanças de igualar o placar e levar a partida para os pênaltis. Aos dois minutos, após jogada individual e tabela com Alecsandro, Rômulo bateu cruzado dentro da área e Herrera fez grande defesa. No lance seguinte, Dedé ainda cabeceou com perigo após escanteio batido por Bernardo.

Rômulo foi o melhor do Vasco em campo. Jogando mais adiantado, armando junto com Bernardo e deixando a marcação à cargo de Nilton, ele deu chute perigoso de longe aos 17, para mais uma grande defesa de Herrera.

Aos 23 a La U assustou pela primeira vez. Após lançamento, Vargas apareceu em velocidade e tocou por cima de Prass, mas a bola acabou saindo.

Com Leandro na vaga de Juninho, o técnico Cristovão Borges arriscou suas fichas. Mas um lance de Fagner acabou com qualquer chance de reação cruz-maltina. Após dividir a bola com Canales no meio de campo, o lateral deu uma cotovelada no chileno e foi expulso.

No lance seguinte, o castigo. Mena foi até a linha de fundo e cruzou, justamente pela esquerda, onde deveria estar Fagner marcando. Livre dentro da área, Vargas teve apenas trabalho para empurrar e aumentar a vantagem da La U.

Sem Fagner, Cristovão optou pela entrada de Diego Rosa na vaga de Diego Souza. O Vasco recuou de vez. A Universidad de Chile, que não precisava de mais nada, apenas administrou os 15 minutos finais.

Apesar de ter brigado de igual para igual até a expulsão de Fagner, o Vasco não conseguiu bater a Universidad de Chile, time sensação da América do Sul em 2011. Classificados para a final, os chilenos irão encarar a LDU.

FICHA TÉCNICA
UNIVERSIDAD DE CHILE 2  X 0 VASCO

Local: Estádio Santa Laura, Santiago (CHI)
Data/hora: 30/11/2011 – 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Dario Ubriaco (URU)
Auxiliares: Mauricio Espinoza (URU) e Miguel Nievas (URU)
Cartões amarelos: O. González, Aránguiz (UCH); Renato Silva, Dedé (VAS)
Cartão vermelho: Fagner (26’/2ºT);

GOLS: Canales, 30’/1ºT (1-0); Vargas, 28’/2ºT (2-0)

UNIVERSIDAD DE CHILE: Herrera, Osvaldo González (Acevedo, 36’/2ºT), Marcos González e Rojas; Rodríguez, Aránguiz, Díaz, Mena e Canales; Vargas (Marino, 43’/2ºT) e Castro (Lorenzetti, 32’/2ºT) – Técnico: Jorge Sanpaoli.

VASCO: Fernando Prass, Fagner, Dedé, Renato Silva e Jumar; Nilton, Rômulo, Juninho (Leandro, 12’/2ºT) e Allan (Bernardo, intervalo); Diego Souza (28’/2ºT) e Elton – Técnico: Cristovão Borges

Fonte:Lancenet

Categorias:Sul-Americana Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: